Conhecendo a biologia: Meio ambiente

Dentro da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, alunas do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia realizam pesquisa no campo do meio ambiente no tema: Fraturamento Hidráulico. Nesse Post iremos apresentar um pouco sobre o trabalho das meninas e mostrar que o biólogo também pode trabalhar com meio ambiente.

  1. O fraturamento hidráulico

A sociedade atual necessita de cada vez mais fontes de energia para atender sua grande demanda. Mesmo que, no Brasil, já existam algumas alternativas para a obtenção de energia além do petróleo, a grande necessidade por energia faz com que o país busque outras formas de obtê-la.

Atualmente os padrões de geração e aproveitamento de energia ainda são fundamentados nas fontes fósseis, o que pode causar diversos problemas ao meio ambiente, como a emissão de poluentes, gases de efeito estufa e, com isso, causam danos à saúde do planeta. Energias renováveis estão sendo cada vez mais estimuladas pois não agridem tanto o meio ambiente e, neste quesito, o Brasil consegue apresentar uma situação mais conveniente em comparação a diversos outros países.

O gás de xisto, ou gás de folhelho, é um gás natural encontrado em rochas sedimentares que levam o mesmo nome (Xisto ou Folhelho). O gás é destinado principalmente ao aquecimento de casas, geração de eletricidade e aplicações diversas em fábricas. Este gás encontra-se extremamente comprimido em mínimas lacunas no interior da rocha e, para que se possa extraí-lo, utilizando a pressão hidráulica, criam-se fraturas nas rochas permitindo que o gás escape. Esse processo é denominado faturamento hidráulico.

Os impactos da utilização do faturamento podem causar diversos danos a sociedade a natureza. Os componentes químicos utilizados no processo causam contaminação do solo o que pode acarretar grandes problemas nas plantas. A agua e os elementos químicos utilizados no faturamento pode, também, acabar se misturando nos corpos d’água e interferindo no funcionamento de lençóis freáticos e aquíferos, além de contamina-los, tornando-os impuros ao consumo

Mesmo que o faturamento hidráulico possa ser utilizado de forma simples para obtenção de energia, o processo pode causar diversos danos a natureza e também a saúde dos humanos, ou seja, talvez o fracking, como é conhecido, não seja tão viável.